Kah que vos fala

Aqui, não meço minhas palavras na hora de ensinar.
Esse é o MEU blog onde dou MINHA opinião. Se você quer dar a sua, crie o seu! D:
Recent Tweets @kahbak
Amo

1- Criação do Nome

2- Identidade Visual

3- Definindo Prioridades

4- Postando

5- Parcerias

Esse é um assunto delicadíssimo. Hoje em dia, a maioria das pessoas cria um blog por que quer ganhar coisas dos outros. Pêêê! Já começo errado.

Para você criar um blog de sucesso ele precisa surgir como um hobbie, como uma coisa que você gosta de fazer. Tá certo que eu criei o E aí, Beleza? com a ideia contrária, eu queria continuar com a minha profissão: blogueira. Mas daí eu já tinha 3 anos de experiência em outro blog, já era conhecida no youtube e na internet, já sabia de algumas coisas.

O erro de começar o blog assim é que você não faz o caminho normal que deveria fazer e por “pular etapas” você não aprende direito. Daí lá na frente acaba errando em bobeiras que você teria aprendido se não tivesse pulado etapas. Mas isso é conversa pra outro post.

O assunto aqui é sobre parcerias. Eu sei que todo mundo fica MUITO ansioso pra conseguir parcerias, e as parcerias ajudam o blog a crescer com sorteios e promoções. Mais para frente eu vou falar sobre isso, como usar sorteios e promoções pro seu benefício e como usar os números que os sorteios e promos te dão.

Vamos lá:

Quando pedir?

Assim que criei o E aí, Beleza  eu já tinha muitos contatos, emails de empresa, já era conhecida por muitas também, mas decidi que só ia pedir parceria quando tivesse pelo menos 1 mês de blog e X acessos, X inscritos… Eu gerei metas.

Se eu tivesse inaugurado o blog e no primeiro dia ter enviado email para todos os meus contatos eles iam entrar no blog e pensar: nossa criou o blog hoje, não tem acesso, conteúdo, publico, não tem nada e já quer parceria, sai fora!

E o problema de você divulgar um projeto que não está muito bem é que você queima seu nome com as empresas. E depois mais para frente quando seu projeto estiver legal e você enviar novamente um email, eles podem negar sem nem olhar o blog e pensarem: Ah esse aí eu já conheço.

O que eu sugiro é que você coloque uma meta e trabalhe bastante para atingi-la, depois de atingir, procure parcerias.

Para colocar uma meta justa para você, se coloque no lugar do dono de uma loja famosa e pense: Se eu quisesse anunciar na internet, eu anunciaria nesse blog? Ou preferiria enviar produtos para outro blog? O que falta nesse blog para que eu anuncie aqui?
Faça uma análise sincera. Há muitos tipos de lojas e parcerias, e eu recomendo que você analise cada loja/empresa individualmente antes de pedir.

E gente, sejam sinceros na hora da análise. Por que você realmente acha que alguém vai anunciar num blog com meia dúzia de posts, onde metade são fotos de outros blogs que você copiou e colou? Sendo que ela pode enviar o mesmo produto para outro blog MUITO maior e ter muito mais resultado?

A minha meta inicial para pedir parceria era ter mais de 2 mil VISITAS(e não visualizações de página) por dia e ter 3 mil inscritos no google friend conect(isso é outra questão que vamos falar mais a frente, não serve pra nada, mas é um número… enfim jájá eu explico os conceitos). Assim que atingi a meta, comecei a enviar emails.

Pedir ou não pedir?

Algumas pessoas acham feio enviar e-mail pedindo parceria. Vou falar logo e podem me chamar de bagaceira ou qualquer coisa do tipo: EU ENVIO EMAIL PEDINDO SIM! (ISSAE as hatter já podem me zoar de pedinte agora! Pelo menos eu admito, pior é quem faz e jura de pé junto que nunca fez. e TODO MUNDO já fez isso um dia. Mas continue lendo o post e aprenda a ser pedinte.)
Vamos partir do ponto que seu blog é novo e a empresa não conhece ainda. Você vai sentar e esperar que um dia, ele acesse seu blog por um milagre, goste e resolva te patrocinar? Huuuuuuummm… Sentá lá Claudia.

Quando você envia o email você cria uma oportunidade de a empresa/loja conhecer o seu blog e gostar ou não.

Principalmente no começo, a arte de ser pedinte é uma arte necessária. Depois que o blog vai crescendo, você vai deixando de ser pedinte, e as empresas começam a te procurar. Mas até o blog crescer, nuss, tem muita estrada pela frente.

Pode até ser que os blogs muito grandes não enviem emails pedindo, mas tenho certeza que eles tem uma agência por trás que envia emails com propostas para outras empresas. E se não tem uma agência direta, eles tem uma agência ou pessoa que manda publis e faz relacionamento com outras marcas.

Quando você tem um blog grande, muitas empresas vem até você. Mas isso não quer dizer que o blogueiro não se relacione por email com outras empresas que achou legal.

Eu acho que enviar UM email é válido, mas não envie 2389478178923 emails implorando parceria para as mesmas lojas toda semana. Isso é feio. 

Onde conseguir endereços de email de lojas/empresas?

Não peça para os outros a não ser que você tenha intimidade. Não adianta enviar um email para alguém que você NUNCA conversou ou só disse OI pedindo contatos por que isso além de ser feio não tem lógica.

O melhor jeito de você conseguir contatos é ir no site da empresa/marca e enviar um email no formulário de contato. Ele vai ser redirecionado para o setor responsável, e se houver interesse da marca/loja vai ser respondido. PRONTO.

Como pedir?

Escreva um email sincero, bem redigido, profissional. Não saia pedindo: Oi me manda essa paleta para eu mostrar no blog?
Por que aí fica muito pedynte, principalmente para o primeiro contato.

Apresentação: Se apresente, Olá, eu me chamo Fulana, tenho um blog de beleza/maquiagem/qqer coisa NOME DO BLOG criado em X.
Escreva outros dados importantes, mas mantenha a apresentação breve. As lojas/empresas devem receber um monte desses emails por dia, então não escreva uma bíblia. 

Forneça os dados do seu blog: O blog, atualmente conta com X visitas por dia, X pageviews por dia, X visitantes totais desde a criação, X inscritos no youtube, X fãs na comunidade do Facebook, X seguidores no twitter, X inscritos no google friend conect….
Forneça os dados que o parceiro possa pedir, NÃO MINTA, e forneça o link ou nome das contas para que eles possam verificar. Os dados que coloquei aqui são só exemplos, selecione uns 4 ou 5 principais e fale os dados. Não precisa dizer mais do que o necessário.

Fale o seu objetivo: Qual o objetivo do seu email? Ser adicionado no mailing? Construir relação com a marca? Defina isso e escreva brevemente. Pode usar frases como:
Estou interessado em realizar uma parceria com a loja. Gostaria de realizar um sorteio ou promoção com a loja. Gostaria de receber novidades e atualizações do site para que possa divulgar para meus leitores. Gostaria de ser incluído no mailing para que possa receber os releases da marca.

Esse tipo de coisa. Uma dica é sempre se mostrar aberto a sugestões e dar a entender que está disposto a divulgar a marca sem receber nada em troca. Assim a pessoa já vai com a sua cara, e a possibilidade dela retornar é maior.

Convide para conhecer seu site e se gostarem retornarem. Mas pense que o seu site tem que estar em forma, bem cuidado, com layout bonitinho, com posts bem feitos na capa, ou seja - Apresentável.

Faça elogios sinceros à Loja/Empresa: Nem sempre eu mando elogios, muita gente acha isso feio meio que puxar o saco sabe? Você não precisa escrever uma carta de fã e beijar com batom vermelho, mas pode fazer um elogio singelo e sincero.
"Acho o layout da loja muito funcional e clean." 
"A qualidade dos batons da marca é incrível, é um de meus preferidos" 

Mas não se aprofunde muito e JAMAIS puxe o saco da empresa/loja. Não tem nada de errado fazer um elogio SINCERO, todo mundo gosta de receber elogios sinceros. Mas não deixe passar disso.

Se tiver mídia kit, não esqueça de incluir junto!

E o banner da empresa?

Tem gente que acha que só por que é parceiro do blog você é obrigado a dar um banner para eles. Se você não quer, não precisa não. Afinal banner são espaços PAGOS, são anúncios que você vende em seu blog. Um esmalte por mês não paga banner. Então se você não quiser dar banner para a empresa, achar que não vale a pena, diga não.

Quando você assume a postura: “Banner aqui, só pago" acaba estimulando a empresa pedinte de banner a pagar pelo mesmo. Quando você dá banner pra todo mundo, ninguém vai querer comprar afinal você faz de graça, para que vou pagar por isso?

Eu sempre penso no meu blog como uma revista online. A revista que você compra na banca vende páginas para empresas anunciarem. Ou vocês acham que elas colocam o anúncio ali só para parecerem chics? Mesma coisa com o blog.

Eu prefiro não ter anúncio do que ter um monte e não estar ganhando nada com isso. Se for assim, coloco um adsense lá e ganho $ por click! Pronto.

E se você tem dúvidas quanto ao adsense dê uma olhada nesse post e nesse aqui também. Depois faça pesquisas no google e no youtube que tem MUITOS guias úteis sobre isso. Eles ensinam TUDO.

Quando é que vira parceria?

A maioria das pessoas tem uma definição errada de parceria.

Aqui tem um post falando um pouco sobre isso.

Mas eu realmente acho que existem casos em que você cria um vínculo com a loja e considera sua parceira, pois há um contrato(não necessariamente escrito) com termos, e os dois lados(blog e loja) sabem o que cada um espera, e procura fazer aquilo.Quando ambos os lados se ajudam, quando é benéfico para os 2 lados igualmente.

Mas não é por que você considera a loja parceira que tem que sair falando para todo mundo “Nova Parceira do Blog”! Ou que tem que colocar banner da empresa, ou que tem que falar muito bem de todos os produtos que ela te manda.

Algumas pessoas consideram parceria a partir do minuto que enviou um produto. Mas daí a empresa/loja some, nunca mais envia nada, e você tá lá, com banner, dizendo que é parceira, etc etc. Isso acontece MUITO frequentemente.

Por isso gosto de construir uma história com a marca antes de dizer que ela é parceira. E isso é muito relativo também, cada um faz de um jeito, e amyga, faça como achar melhor! :D

Tipos de “parceria”

A “parceria” pode ser de Sorteios e Promoções ou então uma Resenha/Review/Análise de um Produto enviado pela loja, pode ser um post de apresentação da loja, tem muitos tipos. O importante é que você não se venda.

Todo mundo se “vende” do início, vamos admitir. E eu sempre ficava com a consciência pesada quando não gostava de um produto e queria falar mal. No final acabava não falando nem mal nem bem. Mas daí me sentia mal por não compartilhar minha opinião sincera com os leitores.

Demora um tempo até você entender que a empresa não está te fazendo um favor enviando o produto e que você está divulgando a loja/empresa para eles.

Quando aceito resenhar um produto para loja, eu não cobro, mas isso é meu estilo de trabalho. Mas também o envio de produtos não é garantia de post MUITO MENOS de opinião positiva. Eu só posto se gostar e achar que o produto é relevante para meus leitores.

Muita gente me criticou por que falei mal de um KIT de 510 dolares que recebi para resenhar. Essa foi uma das resenhas mais difíceis que já fiz. O kit é lindo? É! O kit é maravilhoso? É! A qualidade é alta? É! Vale o preço? Não. Simplesmente por que você pode comprar o mesmo kit por metade do preço só que sem o cabo de ouro.
Eu podia ter feito um vídeo falando que o produto era maravilhoso, qualidade alta, blablabla e ter ganho 51 dólares de comissão por pessoa que acreditasse em mim e comprasse. Seria ótimo, ia faturar a maior grana.
Mas seria justo? 

Eu acho que a parceria de resenha é a melhor de todas. Você ganha o produto, gera conteúdo para o seu blog(opinião sincera ou tutorial) e suas leitoras ficam felizes e algumas gostam do produto e compram. Pronto todo mundo ganha.

Sorteio também é bem legal por que você gera acessos e mais números. Mas se você for fazer sorteio limite-se a uma, no máximo duas regras. Se não o sorteio fica chato de participar e ninguém participa. E ainda falam mal por trás.
Uma dica é dar chance extra. Se você seguir o twitter, ganha 2 participações, sabe? Assim quem não quer te seguir pelo inferno, só participa uma vez, e quem te segue até no inferno, participa 82378932 vezes.

A próxima parte, vou falar sobre como realizar promoções e vamos nos aprofundar mais nesse tópico! Até lá! 

Oi?

Tem gente aí que está tão focado em encontrar defeito no trabalho dos outros, que esquece de se concentrar no seu próprio sucesso.

Hoje postei um vídeo e todo mundo ficou muito curioso para saber sobre como é ser um afiliado sigma. Como já respondi mais de 40 perguntas e ainda tem muitas outras chegando, resolvi fazer um post sobre isso.

Alguns sites de compras online oferecem esse sistema de afiliados. Você clica no link de um blog/site ou usa um código de desconto do afiliado e pronto, está gerando comissão para ele.

Eu acho muito justo isso, afinal você acaba fazendo propaganda e indicando um produto ou serviço, e aí a loja vai dividir uma porcentagem com você.

Para se cadastrar no programa da sigma, clique aqui, a seguir clique no banner “Make Money! Join the Sigma Affiliate Program!”, preencha o cadastro e pronto, já é uma afiliada.

Os pagamentos são feitos no primeiro dia útil de cada mês, e acho que você começa a receber quando sua comissão atinge $10 ou $20 - 10% do que você vendeu é sua comissão.

Os pagamentos são feitos através do paypal. Para mais informações consulte o blog dos afiliados da sigma.

Para saber mais sobre minha experiência e de outras leitoras com a sigma, clique aqui.

Se você tem dúvidas, eles tem um atendimento em português: atendimento@sigmabeauty.com

Eles tem uma tabela de premiação de afiliados de acordo com o que você vende por mês, quer dizer, vendeu X ganhou Y. Clique aqui para conferir.

Sempre que a sigma lança algum produto, alguns afiliados recebem esses lançamentos para divulgar em seus blogs. O que diz se um afiliado vai receber ou não o lançamento é quanto ele vende por mês.

Por exemplo, eles tem uma classificação de acordo com essa tabela. Quando eles lançaram o Dry’n Shape, todos os afiliados SILVER, GOLD, PLATINUM E DIAMOND receberam.
Daí lançaram os travel kits,  todos os GOLD, PLATINUM E DIAMOND receberam.

Cada lançamento tem uma “Linha de Corte”, para que você receba todos, tem que vender bastante.

Mas no caso vender bastante não quer dizer falar bem de todos os lançamentos e incentivar os leitores a comprar. Acho que vender bastante está mais ligado a ser sincero a respeito do produto, mostrar constantemente(usando em tutoriais), fazer guias de como usar, SEJA CRIATIVO. Mas nunca minta sobre um produto, ou fale que ele é espetacular quando ele é apenas regular.

Isso pode funcionar uma vez, mas depois os leitores não confiam mais em você e não compram o que você recomenda.

Como alguns de vocês já devem saber, o google publicou há algum tempo que vai descontinuar o Google Friend Conect para usuários de outras plataformas que não sejam Blogger.

Muita gente está desesperado com essa notícia, achando que o mundo vai acabar, pensando em voltar para a plataforma blogger para não perder o plugin, mas vamos considerar a real utilidade desse plugin?

O plugin sempre foi de efetividade relativa, ele servia para ganhar “recompensas” no programa de afiliados da Sigma, para conseguir parcerias com lojinhas menores, ou para que os usuários achassem que o blog era grande por que tinha muitos seguidores. Algumas pessoas também o usavam como um leitor de feeds de blogger, mas era muito raro achar alguém que ainda o usasse para isso.

Eu acho que no início de um blog é legal você ter bastante seguidores e investir nisso, por que te dá um status. Por isso eu mesma investi nele no começo. Mas antigamente ele era até mais valorizado que hoje em dia, e hoje a maioria das pessoas quer saber de pageview e visitas, e não leva em consideração a caixinha de seguidores, já que esse número pode ser facilmente aumentado com promoções com regras.

O problema é que você aumenta aquele número só para ter status mesmo. Afinal você não tem como anunciar ou enviar mensagens para aquelas pessoas que se cadastraram lá. O que nos leva a questão: Qual é a real utilidade desse serviço?

Por que se for somente status você pode ter status por ter muitos fãs na comunidade do facebook, e não só status, também gera mais visitas pois eles veem na página de atualização tudo que você posta lá. Muitos ainda dão “Gostar”/”Like” e ajudam a divulgar seu conteúdo.
Também pode ter status por ter muitos seguidores no twitter, e lá você pode ficar bem grande, vender tweets promocionais e divulgar o que você quiser para os seus seguidores que vão ler e ocasionalmente clicar, o que vai gerar visitas e mais clicks.

Então não seria muito melhor investir suas promoções nessas duas mídias sociais que estão em acensão e geram mais clicks e $ para você?

Ah mas poxa, vou perder num sei quantos mil seguidores lá! E vou ter que começar um twitter ou facebook do zero, tinha muito mais números lá.

Sim eu sei. Eu também vou perder um monte de números lá. Mas eu acho que vai ser como o google wave. Primeiro eles cancelaram alguns serviços e agora vão cancelar tudo e congelar as contas, ninguém mais vai poder usar.
O google friend conect é muito usado aqui no Brasil, mas se você for ver outros blogs pelo mundo a fora poucos utilizam o plugin e a maioria não passa de 3 mil seguidores. Os grandes blogs gringos não utilizam.

Daí você fica desesperado, faz todos os ajustes, muda pro blogger, perde um monte de beneficios que teria no wordpress, tudo por causa do friend conect, e daqui a uns meses o serviço é cancelado de vez… sei lá gente.

Melhor começar a investir em outras mídias tarde do que nunca. Faça promoções, sorteios, dê benefícios exclusivos para quem te segue em outras mídias.

O Facebook torna possível você compartilhar conteúdo apenas com quem te segue no facebook. Pesquise no google como fazer, aprenda, sempre esteja em busca de novas atualizações.

Quando pararam de utilizar a máquina de escrever e trocaram pelo teclado de computador todo mundo que tinha chiou, jogou dinheiro fora, reclamou.. Mas hoje em dia ninguém mais usa máquina de escrever, e o computador nos trouxe milhares de outros benefícios. Nunca pare de modernizar seu site/blog, e não fique triste por que alguns serviços/plugins são cancelados ou saem de moda. Mantenha em mente que tudo muda para melhor e logo, novos benefícios virão!

Beijos 

1- Criação do Nome

2- Identidade Visual

3- Definindo Prioridades

4- Postando

A maioria das pessoas acha que fazer um blog e ganhar dinheiro com isso é facim facim. É fácil sim! Só que não.

Escrever para um blog requer muita atenção e disciplina. O primeiro dos problemas que aparece é a gramática. É muito fácil errar. Principalmente por que as teclas são bem do ladinho uma das outras e as vezes a gente esbarra e nem se dá conta. Leva muito tempo até você pegar a prática de digitar rapidinho sem sair esvritp tuso errsdo. Leva tempo também até você prestar atenção nos seus erros gramaticais mais frequentes e corrigi-los. No começo falta acento no é, falta ~ no nao, falta tudo amygo! O truque que me ajudou muito foi começar a digitar tudo no WORD com a correção gramatical ativada. Daí sempre que eu escrevia uma pérola ele sublinhava de vermelho. Então eu achava o erro mais fácil e consertava. Com o tempo você vai aprendendo onde são os seus erros mais frequentes e prestando mais atenção na hora de digitar.
Eu tive MUITA dificuldade nisso. No começo, cada post meu era uma pérola diferente. As leitoras coitadas, muito amorosas sempre me avisavam e eu consertava. Mas é chato!
Até hoje eu erro, e faz apenas alguns meses que aprendi que acessoria é na verdade assessoria. E com essas novas regras da gramática, eu ainda coloco acento onde não existe, ixi só o word para me salvar mesmo!
E não se esqueça de revisar SEMPRE seus posts. Eu gosto de diminuir a letra e ler bem pequenininho por que daí o cérebro presta mais atenção e você consegue achar erros por que tem que praticamente decifrar aquela letra miudinha. 
Quando eu digito direto no wordpress, ele não corrige todos os erros. E as vezes surge a dúvida: é corrige ou corrije? Então eu jogo no google as duas palavras. Quando você escreve errado ele avisa “você quis dizer”. E quando as duas palavras estão corretas mas tem significados diferentes, ele te dá o link da definição da palavra, e assim você descobre. 

Outro erro frequente é a falta de concordância verbal. Mas daí eu já acho que é mais falta de cultura do que falta de atenção mesmo. Errar letrinhas, esquecer acentos é normal, mas escrever “chapeis que anda fazendo a cabeça das americana" é sacanagem né. Você lê aquilo e pensa: Esseaí matou todas as aulas de português desde a alfabetização.
Esse é o tipo de coisa que me faz colocar um blog na lista negra. NUNCA MAIS ENTRO. Por que vejo que a pessoa não teve consideração nenhuma com os leitores. Não revisou, aliás nem usou nenhum tipo de corretor ortográfico.
O que eu faço para verificar essa concordância das minhas frases é: depois de passar pelo corretor ortográfico e reler tudo procurando por erros, letras trocadas e faltas de acentos eu leio em voz alta, como se estivesse contando para uma amiga. Fez sentido? Por que os chapeu não fazer sentido amyga!

Claro que errar as vezes acontece, eu mesma já errei concordância verbal e depois vi que estava errado e consertei. Acontece mesmo. O que é feio é todo dia você abrir o blog e todo dia você encontrar os mesmos erros em todos os posts.
Acontece principalmente comigo quando são 3 horas da manhã eu PRECISO ir dormir mas quero deixar um post para quem lê o blog de manhã ter algo para ler. 

Antes de criticar um blog e dizer que a gatãn escreve tudo errado, verifique se ela mora mesmo no Brasil, por que os blogs de Portugal estão por todos os lados, e como vocês sabem eles escrevem igual só que diferente. As vezes me pego lendo um blog e leio uma palavra e penso: não acredito que ela escreveu isso, que nada a ver! E daí vejo que o blog está em português de PORTUGAL!

Não use linguagem de internet. Essas abreviações a gente usa no twitter, em mensagens e em brincadeiras, agora em post não né. Primeiro que não é confortável de ler. Tem algumas abreviações que você passa horas tentando decifrar. Quer ver como é chato?
Pra mim essas ppl q abreviam saum td preguiçosa. Pq tem preguica d digit 1 letra a +. E pior tem gnt ki prefere escrever fika do ki fica sendo q da o MSM trabalho por 1 C ou 1 K.

Sério, é irritante. Mas não confunda essas abreviações de ORKUT e MSN com expressões legais tipo Aloka, Amyga, Phyna, e cia. Essas expressões são legais e divertidas, essas, pody usar.

Agora vamos falar de outras coisas. Agora que você já foi alfabetizada na linguagem blogueira amyga, vamos falar dos tipos de post.

E GENTE POSTE É DIFERENTE DE POST! Post é o que fica no blog, poste é o que fica na rua com fios em cima.

As vezes vejo que os blogueiros iniciantes ficam meio perdidos e não sabem bem sobre o que falar.
Eu sugiro que vocês sempre prestem atenção no que os leitores estão pedindo. Geralmente os posts que eles sugerem são os que tem mais visualização. Afinal você escreve para eles! Então se você já tem pedidos de posts, atenda!

Posts que fazem muito sucesso são os clássicos, que todo mundo tem dúvida. Por exemplo: como esfumar o côncavo? As pessoas amam posts básicos, e como MUITA gente pesquisa isso no google, você tem mais chances de ser achada assim e fazer novos leitores. Mas não se restrinja apenas a posts básicos. O ideal é que você intercale com posts diferentes para não ficar chato para quem já tem noções de beleza.

NUNCA, NUNCA NUNCA copie posts ou assuntos. As vezes ocorre da gente postar sobre um assunto e mais tarde ver em outro blog. Ou ao contrário, eu estou com um post pronto e a fulana posta antes de mim. Isso não quer dizer que ela me copiou ou eu copiei ela. Mesmo por que pra copiar um post que não foi ao ar ainda só tendo te hackeado ou sendo vidente.

Geralmente quando duas pessoas postam um artigo sem terem lido o do outro, mesmo sendo sobre o mesmo assunto, são bem diferentes pois cada um deu seu ponto de vista, sua opinião sobre aquilo. Terrível é quando você posta sobre bolinhos canadenses com recheio essa semana, e na próxima semana tem um post no blog da fulana sobre o mesmo assunto com o ponto de vista parecidíssimo. Parece até que ela leu o seu post e copiou.

Isso não me afeta, afeta a fulana. Por que os leitores dela provavelmente já leram aquilo em outro lugar e não vão se interessar pelo post. E se você acha que você tem leitores exclusivos amyga, pense outra vez. São raríssimas as pessoas que leem só um blog de beleza. Eu vejo isso por que sempre vejo que as meninas que comentam no meu blog comentam em diversos outros também.

Procure sempre ter conteúdo exclusivo e original. É esse tipo de post que vai fazer os leitores se apaixonarem pelo seu blog e virarem leitores fiéis. Procure fazer o que ninguém mais fez. Mostrar o produto de um jeito diferente. Falar sobre novidades e assuntos que ninguém abordou ainda.

Se você copiar uma ideia de um blog, dê os créditos. Quando eu fiz o infográfico da sigma, eu logo falei que fiz por que vi o do coisas de diva fez sobre perfumes e achei o máximo. Eu podia ter ficado quieta e fingido que a ideia foi minha. Mas isso não ia fazer as leitoras gostarem menos ou mais de mim, e sinceramente o crédito foi do Coisas de Diva mesmo, eu me inspirei lá e dizer isso não me prejudica de forma alguma. Muito pelo contrário, os leitores ficam até mais confiantes no blog por que veem que você não esconde suas fontes e não tem medo de dizer de onde tirou a ideia.

Uma coisa que eu não entendo é uma birra que blog pequeno tem de linkar os outros. Até parece que se o leitor clicar no link de um blog grande ele vai deixar de te visitar. As vezes eu visito um blog que linka os blogs A B e C. Mas quando vai mencionar o blog D só escreve: vi num blog por aí… Poxa que injusto!

Linkar blogs é uma via de duas mãos. Você que tem um blog pequeno pode linkar um blog grande. As vezes suas leitoras vão clicar no link e entrar no blog. Daí a blogueira grande, que sempre rastreia os acessos e está ligada no analytics, vai entrar para ver de onde vieram os acessos do dia e vai ver o seu blog. Quem sabe você não é beneficiada com isso? Eu já arrumei DIVERSAS parcerias assim. Fiz um post de uma loja que gostei e a loja entrou em contato por causa dos acessos.
Mantenham em mente que primeiro você tem que dar para depois receber! 

Vou dar uma dica para quem nunca sabe sobre o que postar: Sempre que você entrar num blog e ver um post interessante, anote a ideia num caderninho. Três meses depois quando faltar inspiração, você vai ver aquela ideia e talvez tenha uma inspiração para escrever um post com o seu ponto de vista.
Eu mantenho um caderno com diversos artigos para eu fazer. Pedidos de leitoras, posts legais que vi em outros blogs, e sempre anoto mais e mais. Quando estou sem inspiração, abro o caderno e de repente começo a digitar 10 posts! 

Próxima parte, em breve!

Não sei que mania é essa que algumas pessoas tem de achar que gurus ou blogueiras TEM que se odiar e ser inimigas. Que não podem se ajudar, sei lá.

Acho que algumas pessoas tem uma ideia muito errada de como as coisas funcionam e acham que a gente sente inimizade e apatia. Muito pelo contrário.

Antes de vir de mimimi respeitem o trabalho de todas as meninas e meninos. Amem as pessoas e procurem qualidades em todos em vez de enumerar defeitos. Para cada defeito que eu acho em alguém eu tento enumerar 10 qualidades. Daí eu esqueço o defeito e vejo como a pessoa é maravilhosa. Assim a gente se torna pessoas melhores.

As vezes a gente perde muito tempo comparando A com B e criticando A por que a gente acha que ele não faz certo enquanto o B faz. GENTE cada um tem um estilo, cada um faz um tipo de blog/site/tutorial/trabalho. E no mercado tem espaço para TODO MUNDO por que o mundo é cheio de pessoas com interesses e gostos diferentes, e é isso que nos torna tão interessantes.

A maioria das pessoas não faz 100% dos posts ou vídeos que te agradem, mas a vida é assim. Quando uma loja lança uma coleção nova, na MAIORIA das vezes a gente se apaixona por algumas peças e por outras não. O que fazemos? Compramos as que gostamos e ficamos falando mal das outras? Criticando elas? Jogando no chão e pisando em cima? Comprando e queimando por que odiamos? Nãããããão! Nem perdemos o nosso tempo. Levamos para casa o melhor da coleção e esquecemos o resto.

Tirem o melhor de cada um, e façam o seu melhor. A vida é cheia de altos e baixos, mas no final do dia o mais importante é ir dormir de consciência limpa, certo de que você fez o bem, não importa a quem.

1- Criação do Nome

2- Identidade Visual

3- Definindo Prioridades
Eu já falei um pouco sobre esse assunto aqui. Agora que você já tem seu blog pronto, você precisa definir prioridades e objetivos.

A pergunta principal é: O que você espera do blog? Vai ser um hobbie? Você pretende ganhar $ com isso? Acha legal aceitar parcerias? 

Acho que o mais importante nesse estágio é você PARAR e PENSAR no que você quer da sua vida. Você não precisa traçar toda a trajetória do blog agora. Não quer dizer que por ele ser um hobbie agora você não vai poder ganhar dinheiro com ele mais tarde. Mas você precisa saber o que você quer com ele pelos próximos 2 meses pelo menos, pois aí você pode traçar objetivos e um plano de ação.

Sinceramente, esse guia é mais voltado para quem pretende comercializar o blog, com parcerias, anúncios, etc. Acho que quando é só um hobbie você não precisa de metas, pois sinceramente o objetivo de ter um hobbie é se divertir, distrair a mente, e não se preocupar em atingir objetivos. Objetivos são para quem quer $.

Quando eu começei o “E ai, Beleza?” minhas METAS foram mais ou menos assim:

Objetivos Gerais

  • Produzir mais conteúdo exclusivo, todos os dias, pelo menos 1 post por dia e as vezes 2 ou 3.
  • Responder TODOS os comentários, mensagens e emails.
  • Divulgar TODOS os posts nas redes sociais em horários diversos do dia. (cuidado para não exagerar)
  • Realizar sorteios sempre que possível mesmo que para isso eu tenha que pagar pelos prêmios(que no começo foi o que aconteceu).
  • Sempre monitorar o crescimento de acessos do blog. O analytics te diz quantos % o blog está crescendo. Menos de 10% é inaceitável. Aliás desde o começo minha taxa de crescimento sempre foi acima de 35%. Nunca deixei cair. Para isso é importante divulgar, fazer promoções, melhorar constantemente.

1ª Semana:

  1. Estar com o layout rodando 100% com todas as mídias sociais do blog ativas, página do facebook, twitter, youtube, feed, tudo. E tudo TEM que estar linkado na sidebar do blog. E não pode esquecer de instalar o GOOGLE ANALYTICS para você poder saber corretamente quantas pessoas entram na sua página e de onde elas estão vindo.
  2. Estrear o blog com um post dizendo o que aconteceu, e desejando boas vindas à todos. 
  3. Fazer 5 BONS posts antes de começar a divulgar.
  4. Realizar 2 sorteios BONS pedindo para se inscreverem como seguidores e divulgar nas mídias sociais.
  5. Ter 500 pessoas no facebook e 500 seguidores no blog.

2ª Semana

  1. Realizar mais 2 sorteios. Um para o facebook e um para seguidores do blog.
  2. Ter 1000 pessoas no facebook e 1000 no blog.

3 e 4ª Semanas

  1. Realizar mais sorteios, e ir variando nas mídias. Um sorteio eu pedia para seguir no twitter, outro para ser fã no facebook, outro para seguir no google friend conect(seguidores do blog).
  2. Ter 3000 pessoas no facebook e 3000 no blog.

Acho que foi só no final do segundo mês que enviei o primeiro email pedindo parceria. Vou explicar mais sobre o por que disso numa outra parte.

No final do primeiro mês eu atingi todas as minhas metas e com glória ainda pois terminei o mês com mais de 6 mil seguidores no blog. O dobro do que eu pretendia. Mas estar avançada nas minhas metas não me desmotivou a divulgar e continuar com sorteios e promoções. Eu nunca estou satisfeita com o meu crescimento e sempre procuro fazer mais todos os dias.

O mais importante aqui é colocar metas REALISTAS e tentar o máximo para atingi-las. Não adianta colocar metas impossíveis ou muito difíceis pois a partir do momento que você não consegue atingi-las você fica frustrado e desanimado.

Outra coisa importante aqui é colocar essas metas em uma folha de papel e deixar ela exposta em algum lugar visível. Assim você vai lembrar sempre e se policiar.

Fazer um blog crescer requer esforço e comprometimento. A partir do momento que você não leva isso a sério e começa a deixar de lado vira um hobbie. O blog só vai dar certo se você colocar na sua mente que aquilo é um trabalho. Que por mais que seja legal e divertido, vão haver dias que você está de saco cheio. Se nesses dias você resolver não postar, ou ignorar todo mundo você não vai crescer.

Você precisa encara-lo com responsabilidade. Tem dias que a gente posta forçada, isso é verdade. Que responde comentários sem estar de bom humor, também é verdade. Mas nesses dias, eu considero o blog como meu trabalho e no nosso trabalho a gente não pode faltar ou deixar de trabalhar por que está chateada. A gente tem que trabalhar ou perde o emprego.

O difícil de trabalhar com blog é que você é seu próprio chefe. Então vai morcegar e enrolar muito mais pois não tem ninguém para te vigiar. Não tem ninguém para te cobrar ou dar bronca se você não atingir suas metas. Por isso eu digo que ser blogueiro exige muita responsabilidade, comprometimento e força de vontade.

Uma das vantagens de investir $ num layout, pagar os prêmios do sorteio é essa: você se compromete de verdade. Você fica com aquilo na mente, que você investiu $ no seu negócio e só depende de você toca-lo para frente. Por isso que eu aconselho que a pessoa coloque $ nisso. Por que torna uma coisa mais séria e na maioria dos casos dá mais resultados.

Em breve, a parte 4. Ou não tão breve assim!

1- Criação do Nome

2- Identidade Visual
Com um nome em mente, está na hora de criar um logotipo/template/layout/banner/seja lá o que você for usar.

Nesse post aqui já dei algumas dicas sobre layout e serviços.

Na hora de criar um logotipo há alguns tipos que você pode considerar:

  • Letra Estilizada: Esse é o melhor tipo de logotipo que você pode escolher se o nome do blog = seu nome. Por que ele é só o nome do blog com uma letra bem bonita. Aí fica bem chic e lembra assinatura.
  • Símbolo: Esse é o tipo do meu logotipo. Ele tem as letras do nome e um símbolo(o coração). Esse tipo é muito legal por que você pode usar o símbolo para personalizar diversas coisas e como ícone também.
  • Personagem: Esse é um dos tipos mais perigosos de logotipo. Muitas vezes um personagem deixa o site com cara de mais infantil. Então na hora de escolher o personagem tenha em mente exatamente o tipo de público que você quer atingir. Se quer um público mais jovem, pode escolher um boneco coloridinho. Se quer um público mais moderno, prefira traços mais abstratos e menos certinhos.

Muita gente já faz layout + personagem + banner tudo junto. A dica aqui é que tem muita gente que não vai ter bala $ pra pagar o layout inteiro. Mas as vezes pode pagar só o logotipo ou banner e pegar um layout free. Isso é muito válido por que assim já fica com cara de SEU.

Outra dica é que o ideal é fazer uma logo que tenha a sua cara, a cara do seu público e que transmita a personalidade e o conteúdo que você vai colocar ali. Falo isso por que não é bom ficar mudando toda a identidade da logo/personagem toda vez que você muda de layout.

Imagine só: Quando a gente sente que precisa de uma mudança no visual, geralmente a gente corta ou pinta o cabelo, muda o estilo, compra roupas novas, pode até considerar uma plástica.
Geralmente escolhemos uma ou duas dessas mudanças e colocamos em prática.
Ninguém faz tudo isso de uma vez só, mesmo por que ninguém mais reconheceria uma pessoa 100% mudada. Muitos iriam gostar, mas muitos também iriam odiar.

A mesma coisa acontece com blogs. A gente tem um layout, logo, um espaço com a nossa cara. Quando a gente decide mudar, alguma coisa tem que continuar a mesma, pois se mudarmos TUDO as pessoas vão entrar e pensar: ?????? ONDE TO???

Eu sempre recomendo manter alguma coisa, mesmo se você estiver trocando de logo. Mantenha o estilo, a cor, a fonte, um símbolo, qualquer coisa! Pelo menos assim os leitores vão conseguir se encontrar no blog novo.

Quando você estiver criando um layout novo ou procurando um grátis para baixar, mantenha as seguintes coisas em mente.

  • Mantenha o layout simples e clean. Na dúvida, prefira menos elementos. Você já viu algum site/blog famoso cheio de gifs e firulas piscando por todo lado? Muito pelo contrário. Se você está na busca por um layout grátis e não acha nada legal, prefira um mais branco, simples e chic.
  • O leitor é preguiçoso. Tem gente que parece que esconde os botões das mídias sociais. A gente tenta compartilhar o post mas tem que desvendar ONDE está o botão. Daí sinceramente a gente desanima de compartilhar. Mantenha os botões de twitter, facebook, etc BEM visíveis. E se você ainda não tem esses botões está na hora de arrumar fya, por que isso é muito necessário.
    Outro ponto sobre leitor preguiçoso é que alguns jeitos de compartilhar/comentar exigem que você logue em 3289748293 lugares e dê 328748293 clicks. Outros você consegue fazer tudo com 1 click apenas. Eu sempre tento comentar nos blogs das meninas mas quando eu clico pra comentar e vejo que vou ter que enfrentar uma maratona de clicks, desisto. 
    Se você não sabe resolver isso, pesquise no google outros jeitos. Eu infelizmente não sei resolver pois a Ju que programou o layout para mim fez tudo. Se você não achar a resposta no google, considere contratar alguém. 
  • Se inspire em blogs que você gosta. Observe layouts de blogs famosos ou que você gosta e pegue idéias para o seu. Mas cuidado. Copiar elementos é muito feio. Quando eu digo se INSPIRAR é olhar os elementos que a pessoa usa, como ela organiza as coisas, que tipo de cores/quantas cores ela usa, e procure tirar idéias disso.

Bom ppl acho que é isso. Se eu lembrar de mais algo coloco aqui.

Esse post é uma série e deve ter mais de 10 partes. Vou escrevendo conforme estiver inspirada, não adianta cobrar ;D

Em breve(ou não tão breve) a parte 3!

Eu não sei se vocês sabem mas eu já tive 3 blogs de beleza. O primeiro deles há mais de 4 anos, vanity jungle(que não existe mais). Eu comecei no blogger, e fucei MUITO até aprender a mexer em tudo. Nem domínio eu tinha, era blogspot.com. Comecei escrevendo artigos e tirando fotos que me envergonham até hoje. Meu português era muuuito pior do que é hoje, e eu não tinha nem noção de como tirar fotos, como fazer nada. Tirava fotos até do celular. Naquela época não haviam muitos blogs, tudo estava começando ainda, e eu lembro que a sensação do momento era concurso de maquiagem. Fui crescendo aos poucos, e depois integrei um outro blog junto com uma amiga. Fiquei lá acho que 2 anos, e esse blog cresceu muito. Nesse tempo eu abandonei o vanity jungle por que não adiantava, não dá pra manter 2 projetos e se dedicar aos dois.

Quando resolvi montar o “E aí, Beleza?” eu já sabia o que fazer para o blog crescer, o que dava acessos, como fazer… enfim. Vocês vão ver que o “E aí, Beleza?” começou muito forte, e em 1 mês eu já estava com mais de 6 mil seguidores. Hoje com 6 meses temos mais de 18mil seguidores. (Vocês vão ver nos próximos posts que isso de seguidor não influi em muita coisa, só mencionei para vocês terem idéia do crescimento)Mas eu investi $ do meu bolso nele, e não investi baixo não. Por isso ele cresceu rápido, por que eu estava disposta a investir.

 É isso que vou compartilhar com vocês aqui.

1- Criação do nome
Essa é uma das partes mais importantes. Afinal o nome é como todo mundo vai lembrar do seu blog. Se for um nome tosco as pessoas não vão levar a sério, e muitos não vão nem querer entrar. Não adianta ter o melhor layout e o melhor conteúdo se o nome não for bom. Por que as pessoas vão ver os links com o nome do blog e não vão clicar. Para você ter um bom blog precisa de uma boa fundação. Não vai adiantar lá na frente você querer mudar o nome, pois vai perder muito se fizer isso.
Na hora de criar um nome você tem alguns caminhos a seguir:
Use o seu nome: Eu recomendo que você use seu nome na hora de criar um blog se:

  • Você é maquiador. Mas quando eu digo maquiador, é maquiador de verdade, formado, que trabalha com isso e ganha $ para se manter com isso. Não é o tipo de maquiador que todo mundo que tem blog diz que é. Tem que ser um profissional da área, com bastante experiência. E não vale esse tipo de maquiador que só maquia a si mesmo e as amigas/família.
  • Você tem um nome forte. Quando você tem um nome forte tipo Claudinha Stoco é bom que você use. Eu fiquei muito tentada a usar Karen Bachini, mas acabei achando que ia ficar muito sério e optei por outro nome. Se o seu nome é Maria da Silva criar um blog com esse nome não é uma boa idéia, pois é um nome muito comum.
  • Se você vai usar seu nome com criatividade. Se você tem um apelido legal tipo Giyupi ou se vai usar algo antes ou depois do nome como Just Lia. Aí acho que fica marcante e criativo.

Use um nome abstrato. Esse é o jeito mais fácil de criar um nome. Pense em algum nome, expressão que você usa ou que você gosta. Pense no que você quer que seu blog represente. Pense no que você vai falar lá e que tipo de pessoas são seu público alvo.
Se você não consegue pensar em nada, chame algumas amigas em um chat ou em um encontro e peça para elas falarem tudo que vier a mente. Anote TUDO. Depois vá cortando ou selecionando nomes. Mesmo que nenhum nome bom saia dali, várias outras ideias e conceitos vão surgir. Isso é chamado Brainstorm.
Foi assim que eu consegui o nome do meu blog (obrigada Ju Vilella e Pripoka!)

Evite usar coisas muito óbvias, mas fuja de nomes complexos. Se o nome for muito grande, procure uma abreviação. Por exemplo Maria vai Comigo abrevia para MVC. Garotas Estúpidas para GE. O ideal é que seja um nome fácil e um nome chiclete. Gostoso de falar, que as pessoas se apeguem.

Com algumas opções em mente, vá ao google e veja se já existe algum blog/site do segmento com nome igual/parecido. Se houver, passe para outro. 

UPDATE: Gente não adianta me perguntar se o nome está bom. Ele tem que estar bom PARA VOCÊ e não para mim. Se você tem dúvidas sobre o nome, pergunte a si mesmo: Esse nome reflete o que estou passando para meus leitores? Reflete o que eu quero para o meu blog? Eu gosto desse nome? etc etc;

Em breve a parte 2!

Acho que essa é uma grande dúvida da humanidade, já que a maioria das pessoas não entende a diferença ou acha que é tudo a mesma coisa.

Blogger é uma plataforma para se criar um blog. Ele te dá tudo, um template/layout grátis, hospedagem(espaço na internet), domínio(endereço na internet), tudo. Você só tem que se cadastrar, escolher um nome para o blog, e começar a escrever. Como ele é feito em HTML (uma linguagem simples) é fácil alterar o layout, adicionar figuras, modificar as cores, campos. Tem vários tutoriais na internet e no youtube sobre isso.
Ele é uma ótima plataforma para quem está começando a blogar e não quer investir $ nisso. Pois você mesmo pode fazer tudo.

Wordpress também é uma plataforma para criar um blog. Mas o wordpress é uma plataforma muito completa que te deixa mexer e alterar tudo, você pode fazer um site, um portfólio, até uma lojinha de compras você consegue fazer no wordpress. Aliás pelo que li essa semana até um site de compras coletivas. Ele é programado em HTML(como se fosse o esqueleto do site) e CSS(como se fosse carne e osso do site). Você também usa java, php e outras linguagens. Como a linguagem é bem mais complexa você pode fazer quase qualquer coisa lá. Mas isso também significa que alterar figuras, cores, coisas do layout é bem complicado, e geralmente só quem estudou as linguagens consegue.
Quando você passa para wordpress o google acha mais facilmente suas matérias(quer dizer que você aparece no topo das pesquisas), as visualizações de página e visitas sobem, o blog fica mais otimizado, você tem ferramentas como compartilhar no twitter, facebook, coisas nos comentários, enfim tem 28937428 plugins disponíveis para você alterar de acordo com suas preferências. Eu já fiz a migração de blogger para wordpress para diversos clientes e TODOS notaram uma mudança absurda na quantidade de visitas, cerca do dobro em 1 semana e só aumentou o crescimento com o longo do tempo.

Eu sou autodidata em quase tudo. Para vocês terem uma ideia eu fazia layouts para blogger super completinhos depois de estudar 5 horas sobre ele. Wordpress eu estudei quase 1 mês inteiro e não consegui fazer um layout completo sozinha. (por isso eu faço só o design e a ju vilella faz a programação).
Ele é a plataforma ideal caso você queira deixar o seu blog profissional e não amador. Para ter wordpress você precisa pagar a hospedagem(espaço na web) e o domínio(endereço na web).

Para mim quem tem blog no wordpress procura crescer e fazer disso um negócio sério. Quem ainda insiste no blogger tem medo de começar um compromisso e não leva o blog a sério, sinceramente. Eu digo isso por que tudo no wordpress envolve algum dinheiro enquanto no blogger é tudo grátis. E a partir do momento que a pessoa não está disposta a investir $ no seu “negócio” ela não pode ser chamada de profissional.

Isso quer dizer que está tudo bem continuar no blogger se você tem um hobbie. Agora se você quer ser chamado de profissional da área, se quer o direito de ganhar dinheiro com o blog, precisa investir $.

Trazendo para o mundo real é como você ter uma lojinha de doces(bomboniere) e pagar pelo espaço que você usa, ou você vender bala no sinal. Não tem problema começar vendendo bala no sinal gente, todo mundo começou. Mas vender bala no sinal pelo resto da vida e ainda achar que tem um “negócio” e que é um “profissional da área” é tenso.

Claro que algumas pessoas conseguem vender bala no sinal e você JURA que elas tem uma bomboniere. Essas são pessoas que fazem o melhor com as ferramentas que tem disponíveis. As vezes não tem $ para investir, mas procura deixar TUDO lindo e maravilhoso no blogger mesmo. Eu conheço alguns blogs que você nem desconfia que são blogger de tão bonitos e caprichados que são. Mas são poucos.

Muita gente me pede ajuda sobre isso, pergunta qual a plataforma ideal para elas, como começar, como fazer um layout…

Eu diria que tem 2 jeitos de você conseguir um bom layout.
Ou você paga para alguém fazer para você. Ou você mesmo faz. 

Eu digo isso por que as pessoas precisam ter tempo ou dinheiro. Se você tem dinheiro, você pode pagar alguém para fazer. Se você tem tempo você pode aprender a fazer pesquisando por tutoriais no google. Agora se você não tem tempo nem dinheiro amygo você não precisa de um hobbie e muito menos de outro trabalho. Antes de querer fazer um blog você precisa organizar sua vida.

Se você tem tempo e você mesmo vai fazer seu layout, escolha o blogger. Pesquise, leia tutoriais, veja tutoriais no youtube. Não é difícil SE você tem boa vontade e se você quer aprender.

E se você já estava pensando em me enviar um e-mail pedindo link de tutoriais, você não tem boa vontade, você tem é preguiça.
Eu acho que existe uma linha da boa vontade. Quando você quer aprender algo, PRIMEIRO você pesquisa e tenta achar. Se você não achou você recorre a alguém que você conheça por ajuda.
E sinceramente, o que eu mais recebo emails de pessoas sem boa vontade com tanta preguiça que NEM olharam a segunda página do meu blog antes de enviar uma dúvida.

Agora se você tem dinheiro, deixe o blog de lado e prefira wordpress. Procure um bom serviço de design de layouts. Recomendo que você visite vários blogs e veja quais layouts você gostou mais. Geralmente tem um link para quem fez no rodapé da página. Se não tiver nada lá, envie um email para o dono do blog e pergunte quem fez o layout dele. Faça pesquisa, veja os layouts que você mais gosta, e envie um email para as empresas pedindo um orçamento.
Escolha o que couber no seu bolso.

Enfim. Você quer um blog maior? Mais profissional? Quer mais acessos? Mude para wordpress. Com o tempo o blog vai pagar as despesas que ele gera, e, se você se dedicar vai começar a dar lucros.

O primeiro passo para melhorar um blog é cuidar do layout. Você não vê blogs grandes com florzinhas para todo o lado e milhares de banners piscantes. É como vender bala no sinal. Tem os vendedores que se vestem com trapos, e tem os vendedores que se vestem bem. De quem você prefere comprar bala?